urina-segurar-xixi-0220-1400x800

Ideal é fazer xixi no mínimo a cada quatro horas para prevenir infecções

Infecções do trato urinário são muito mais comuns em mulheres do que entre homens basicamente por uma questão anatômica

A uretra da mulher, além de ser mais curta, ainda possui sua abertura localizada próxima ao ânus. O que facilita a migração pelo períneo e a colonização de bactérias que existem no trato gastrointestinal. Mas alguns hábitos podem facilitar o desencadeamento da doença em casos de infecções.

Segurar o xixi pode causar infecção

O hábito de segurar o xixi por muito tempo é um dos fatores que mais contribuem para o surgimento de infecções no trato urinário. A retenção da urina favorece a proliferação de microrganismos e aumenta as chances de problemas como cistite, por exemplo.

cistite é uma infecção urinária baixa (que não afeta os rins). E que tem entre os principais sintomas: ardência ao fazer xixi, vontade de urinar toda hora, sensação de bexiga cheia e até sangue na urina.

Outra infecção que pode ser provocada pela retenção da urina é a pielonefrite, que ocorre em um ou em ambos os rins. Gerando sintomas bem intensos, como dor nas costas e febre alta com calafrios.

A pielonefrite pode ser resultado também de uma infecção urinária baixa que não foi devidamente tratada.

Fazer xixi a cada 4 horas previne infecções

De acordo com o urologista Flávio Iizuka, uma das formas mais simples de evitar um quadro de infecção no trato urinário é fazer xixi. Pelo menos, a cada quatro horas.

O recomendável é beber cerca de dois litros de água por dia para ter um bom volume de urina e. Consequentemente, fazer xixi com mais frequência. Esvaziar a bexiga, explica o médico, ajuda a eliminar bactérias que ficam no órgão.

Dicas simples para evitar infecção urinária

Além de abandonar o hábito de segurar o xixi por muito tempo e procurar urinar a cada quatro horas. O urologista ensina outras formas simples de prevenir infecções urinárias.

Em primeiro lugar, é importante passar o papel higiênico ou utilizar o chuveirinho “de frente para trás”. Ou seja, na direção da vulva para o ânus, na hora da limpeza. Assim é possível evitar que bactérias presentes nas fezes sigam para o trato urinário.

O médico ainda aconselha controlar o diabetes, evitar usar roupas íntimas que não são de algodão e não permanecer com roupas molhadas. Como biquíni, por exemplo, por muito tempo, o que também facilita a ocorrência de candidíase.

Outro método simples e eficaz de prevenir infecção no trato urinário é a mulher fazer xixi depois da relação sexual. O ato pode reduzir em até 80% os riscos de uma infecção. Urinar cerca em até 45 minutos após o sexo elimina as bactérias que podem ter entrado na vagina.

Originalmente publicado em: Vix

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *